Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

02/06/2011

Astérix

Site em português
Desde ontem, o site oficial de Astérix passa a contar com mais uma língua, o português, que se junta assim aos outros idomas que já estavam disponíveis: francês, alemão, espanhol, inglês e holandês.
A novidade serviu para assinalar o Dia Mundial da Criança – pois o pequeno guerreiro gaulês continua a ser garantia de divertimento e boas gargalhadas também para os mais novos – e é mais uma das manifestações da comemoração dos 50 anos de publicação em Portugal do herói criado por René Goscinny e Albert Uderzo.
O desejo “de ter, no site oficial Astérix, a informação em português, acompa-nhou-me durante algum tempo”, refere Maria José Pereira, responsável do departamento de BD das Edições ASA, que editam o herói no nosso país. E acrescenta, “a fase mais gratificante de trabalhar a BD e um personagem como Astérix, é mesmo a fase de execução. Embora seja a fase mais  “dolorosa” (porque, por Tutatis,  às vezes as ideias não ocorrem ao ritmo que desejamos e o trabalho não flui com a graciosidade que ambicionamos) é também a fase que, por ter uma componente criativa, se torna para mim a mais agradável”.
Agora, a visita virtual em português permite recordar de forma simples e acessível o percurso do herói gaulês através do “arquivo secreto” de Albert Uderzo e das informações detalhadas (resumo, protagonistas, datas da primeira publicação em revista e em álbum, adaptações em animação ou filme, título nos diversos idiomas, etc.) sobre cada um dos 34 livros existentes. E, a título de curiosidade, refira-se que as aventuras de Astérix, Obélix, Ideiafix, Panoramix e dos outros gauleses que são o terror dos romanos no distante ano de 50 a.C., estão traduzidas em 107 línguas e idiomas (entre as quais o português e o mirandês), num total de quase 1500 edições diferentes!
O site tem também jogos, que permitem passar algumas horas no universo do herói, testando os conhecimentos do internauta sobre Astérix – “Convido-os a testar o Geoteste da Antiguidade. Então? Quantos pontos fizeram?” desafia Mª José - uma enciclopédia e um museu virtual com muitos dos produtos derivados - figuras, selos de correio, calendários, jogos, dentífricos, etc. – que a série inspirou. Tudo motivos suficientes, na opinião de Mª José Pereira, para cada um “reencontrar neste site a mágica poção presente em todas as aventuras de Astérix: o inconfundível aroma dos ingredientes que conduzem de regresso à infância”.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...